sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Marinha da Rússia receberá submarino avançado Kronstadt em 2020

A empresa russa de construção naval Admiralteyskie Verfi vai lançar à água em 2018 o submarino do projeto 677 Kronstadt, classe Lada.
O diretor-geral da empresa Aleksandr Buzakov disse à Sputnik que o submarino vai entrar ao serviço da Marinha da Rússia em 2020.
Hoje, os submarinos da classe 677 são os submarinos não nucleares mais avançados da Rússia. No futuro, os submarinos desse projeto deverão ser equipados com uma unidade propulsora que não dependerá do ar, graças a isso, o submarino não vai precisar de emergir para carregar baterias.
O primeiro submarino da classe Lada, o Sankt-Peterburg, já está passando testes na Frota do Norte da Rússia. Os submarinos Kronstadt e Velikie Luki representam a continuação do projeto.
O objetivo principal dos submarinos Lada é a busca e destruição de submarinos inimigos. No total, serão fabricados quatro submarinos de propulsão diesel-eléctrica clássica e cinco melhorados, com propulsão independente do ar.
O diretor-geral da Admiralteyskie Verfi também disse que até o fim de 2017 será feito um quebra-gelo de nova geração do projeto 21180 Ilia Muromets, que está sendo construído para a Marinha russa. Aleksandr Buzakov acrescentou à Sputnik que a empresa irá realizar o assentamento da quilha de mais dois submarinos de propulsão diesel-eléctrica do projeto 636.3 para a Frota do Pacífico da Rússia.
Os submarinos que pertencem ao projeto 636.3 Varshavyanka são destinados a combater navios de superfície e submarinos, bem como a realizar missões de reconhecimento.
A arma principal dos novos submarinos são os mísseis de cruzeiro Kalibr, sendo eles igualmente equipados com tubos de torpedos e dispositivos para colocar minas submarinas.

Arquivo do blog segurança nacional