quarta-feira, 18 de junho de 2014

Rússia recebe ordens estrangeiras de sistemas antiaéreos S-400

RIA Novosti) - Os pedidos do exterior para sistemas de armas antiaéreas S-400 Triumf estão sendo processados, Igor Sevastyanov, o chefe da delegação russa à Eurosatory 2014 exposição militar internacional, disse aos jornalistas quarta-feira.
"Não há tantos estados para comprar este sistema pronto. Temos um número de pedidos, ea agência federal está considerando-os com muito cuidado ", disse Sevastyanov, sem especificar mais detalhes.
Alguns anos atrás, do Ministério da Defesa da Rússia anunciou a S-400 Triumf só seria produzido para as necessidades internas do país. O corpo indicou que aliados de união aduaneira até mesmo da Rússia e Bielorrússia Cazaquistão só receberia os sistemas de armas avançadas após sistemas antiaéreos de mísseis anti-balísticos russos e estão totalmente equipados com o S-400.
No início de abril, o presidente russo, Vladimir Putin sublinhou a necessidade de aumentar a produção de sistemas de mísseis anti-balísticos avançados para exportação para aliados e parceiros da Rússia. Sistemas S-300, S-400 e Pantsir-S1 estão entre aqueles elogiado pelo líder russo.
O S-400 Triumf é um sistema de defesa aérea de médio e de longo alcance, capaz de destruir todos os meios modernos e avançados de ataques aéreos e espaciais. Cada sistema pode aprimorar em até 36 alvos ao mesmo tempo, guiando um máximo de 72 mísseis.
A Rússia é o segundo maior exportador de armas do mundo após os EUA. Em 2013, a Rússia exportou armas no valor de cerca de 15,7 bilhões dólares, e outros $ 2 bilhões entre janeiro e março de 2014. Ao todo, a partir de março de 2014, carteira de encomendas de exportação de armas da Rússia ultrapassou 47.000 milhões dólares.Apesar das sanções impostas por alguns países ocidentais, a liderança da Rússia afirma complexo militar-industrial do país não será afetado, e só vai crescer.
SEGURANÇA NACIONAL BLOG,SNB

Corvette russo Testes com sucesso mísseis no Mar Báltico

RIA Novosti) - Um anti-aeronaves corveta míssil russo se envolveu e destruiu com sucesso um alvo mar imitando um navio de guerra inimigo no mar Báltico, o capitão Vladimir Matveyev da Frota do Báltico da Rússia nesta quarta-feira.
"A corveta lançou um foguete que atingiu com sucesso o alvo designado mar localizado a uma certa distância dele. O tiroteio envolveu o "inimigo" usando bloqueadores de radar que tornou a tarefa mais difícil ", disse o capitão Matveyev.
Nova corveta da Rússia, o Soobrazitelny (Quickwitted), executou o teste como parte de jogos de guerra conjunta envolvendo a Força Aérea da Rússia e as Forças Aerotransportadas sob o comando do Distrito Militar Ocidental da Rússia.
Os exercícios coincidem com exercícios europeus da aliança militar Otan Saber greve de 2014 e BALTOPS 2014.
De acordo com o capitão Matveyev, a corveta Soobrazitelny disparou o míssil Redut baseada no mar no alvo. A pista de transporte na área foi bloqueado para o tempo dos exercícios para evitar vítimas civis.
"O campo de tiro foi bloqueado com dez navios e aos navios de logística", disse o assessor de imprensa da Frota do Báltico.
A corveta Soobrazitelny da classe Steregushchy (Vigilante) foi entregue à Frota do Báltico, em outubro de 2011. É a mais nova classe de corvetas da Marinha russa.
SEGURANÇA NACIONAL BLOG,SNB

PRIMEIRO CUBSAT BRASILEIRO SERÁ LANÇADO NESTA QUINTA-FEIRA (19

 O primeiro cubsat nacional, o NanosatC-Br1, será lançado nesta quinta-feira (19) às 16h15 (horário de Brasília) da base de Yasny, na Rússia. O satélite de pequeno porte foi desenvolvido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) em parceria com a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), do Rio Grande do Sul, e apoio da Agência Espacial Brasileira (AEB).
Uma equipe de engenheiros brasileiros acompanha o lançamento na Rússia e outra rastreia o início da operação do NanosatC-BR1 na estação terrena de Santa Maria, onde também está localizado o Centro Regional Sul (CRS) do Inpe.
A capacitação de recursos humanos para a área espacial é um dos principais objetivos do projeto, cuja missão científica é o estudo de distúrbios na magnetosfera, principalmente na região da Anomalia Magnética do Atlântico Sul, e do setor brasileiro do Eletrojato Equatorial Ionosférico.
Além disso, o NanosatC-BR1 permitirá testar, em voo, circuitos integrados resistentes à radiação projetados no Brasil, para utilização em futuras missões de satélites nacionais de maior porte.
Capacitação - Sob a supervisão de especialistas do Inpe, alunos de Física, Engenharia e Computação da UFSM atuaram em todas as fases do projeto, desde a sua especificação e desenvolvimento até a montagem, integração e testes.
O cubesat tem três cargas úteis: um magnômetro para utilização dos seus dados pela comunidade científica; um circuito integrado projetado pela Santa Maria Design House da UFSM; e o hardware FPGA, que deve suportar as radiações no espaço em função de um software desenvolvido pelo Instituto de Informática da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).
O projeto conta ainda com a participação do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), que tem em São José dos Campos (SP) uma estação terrena que também receberá dados do NanosatC-BR1.
Fontem: Ascom do Inpe 
SEGURANÇA NACIONAL BLOG

CHILE LIDER EN DESMINADO HUMANITARIO


SEGURANÇA NACIONAL BLOG,SNB

Franco-brasileiro para desenvolver uma nova versão do sistema de artilharia César

 Roberto Caiafa, Paris - O brasileiro Avibrás e grupo francês Nexteranunciou na feira Paris defesa Eurosatory 2014 , a assinatura de um acordo de cooperação para o desenvolvimento de uma versão do sistema de artilharia CAESAR de 155 milímetros. O novo produto é baseado nos mesmos requisitos de mobilidade, logística e de comando e capacidade de controle do sistema Astros , produzido pela empresa brasileira.
Foto: Roberto Caiafa 

O acordo é para Nexter uma oportunidade de consolidar a sua presença no mercado sul-americano. Para Avibras , por sua vez, dá um produto no segmento de artilharia muito capaz e avançado poderão apresentar no Brasil.
A cerimónia de assinatura contou com a presença do Embaixador do Brasil na França , o secretário de Produtos de Defesa e altos funcionários da Empresa Brasileira de presente do Exército em Eurosatory 2014, considerados os sistemas de terra justa de maior defesa do mundo.
SEGURANÇA NACIONAL BLOG,SNB

Arquivo do blog segurança nacional