sábado, 1 de setembro de 2012

POPEYE : Air-to-Surface Standoff Missile


Capacidade de ataque precisa tornou-se crítico para a guerra aérea moderna. RAFAEL grande variedade de soluções sofisticadas reforçar as capacidades operacionais de aeronaves com sistemas altamente precisos impasse guiadas incluindo o Popeye e ter mísseis Lite. Popeye está operacional com a Força Aérea israelense e várias forças aéreas estrangeiras.
Principais características:
  • Faixas de impasse - eficazes contra a terra de alto valor e alvos marítimos
  • Versátil e de baixo custo
  • Extrema precisão, eficiência letal
  • Dia, noite e operação de mau tempo
  • Batalha de avaliação de danos capacidade (BDA)
  • Variedade de trajetórias para atender condições de tempo e de ameaças.
  • SEGURANÇA NACIONAL BLOG

Irã realizará grande exercício de defesa aérea, diz comandante


O Irã realizará no próximo mês um exercício militar de larga escala, envolvendo todos os seus sistemas de defesa, disse neste sábado um comandante iraniano. O país já realizou várias simulações similares neste ano.
O exercício de defesa aérea incluirá caças e simulações de situações emergenciais, afirmou comandante da defesa aérea do exército iraniano, Farzad Esmaili, de acordo com a rede iraniana Press TV.
O exercício terá participação do exército e do Corpo da Guarda Revolucionária Islâmica, disse Esmaili. Outra grande simulação ocorrida neste ano foi o teste de mísseis conhecido como "Grande Profeta 7", em julho.
Alertas de líderes israelenses de que o tempo está se esgotando para que o Irã interrompa seu polêmico programa nuclear levantaram preocupação de que o Estado judaico possa ordenar um ataque a instalações nucleares do Irã, embora Israel esteja enfrentando crescente pressão internacional para não agir sozinho.
Israel e potências ocidentais suspeitam que o Irã esteja secretamente tentando fabricar armas nucleares, mas Teerã diz que seu programa tem apenas o objetivo pacífico de geração de energia.
"Hoje, nossos sistemas estão seriamente preparados para ameaças aéreas modernas, e a performance dos sistemas, comparados com a dos anteriores, melhorou", afirmou Esmaili na sexta-feira ao jornal iraniano Hamshahri.
"A missão do comando da defesa aérea do Exército, com o desenvolvimento da missão nacional de defesa e coordenação com as forças armadas, é realizar operações apropriadas contra ameaças dos inimigos", afirmou, sem mencionar quaisquer países.
O Irã anunciou no mês passado que testou um míssil de curto alcance com um novo sistema de coordenadas capaz de guiar o armamento para alvos em terra e no mar.
SEGURANÇA NACIONAL BLOG

Chegam os últimos helicópteros AH-2 Sabre para a FAB


Ontem (29), pousou na Base Aérea de Porto Velho, estado de Rondônia, um avião de transporte Antonov An-124 da companhia russa Volga-Dnepr trazendo da Rússia os três últimos exemplares dos 12 helicópteros de ataque AH-2 Sabre (designação adotada pela Força Aérea Brasileira para os Mi-35M de fabricação russa) encomendados como parte do Plano Nacional de Defesa da Amazônia.
Esses aparelhos estão sendo operados pelo Segundo Esquadrão do Oitavo Grupo de Aviação (2º/8º GAv), Esquadrão Poti, desde abril de 2010 e representam um grande salto qualitativo em termos de poder de combate da unidade, antes equipada com helicópteros Helibras H-50 Esquilo.Os AH-2 Sabre são os vetores de asas rotativas mais bem armados da FAB na atualidade, possuindo um canhão direcionável de dois canos GSh-23 de 23 mm, sistemas para uso de mísseis anti-carro guiados, lançadores de foguetes, etc. O modelo dispõe um moderno sensor de visão frontal infravermelha (FLIR) para aquisição de alvos e pontaria das armas.  Além de suas qualidades ofensivas, o AH-2 é construído de forma a garantir a sua sobrevivência nos mais duros ambientes de combate, incorporando blindagens das partes vitais e uma eficiente suíte de contra-medidas dotada de lançadores de flare, interferidor ativo de radiação infravermelha (IR), sistema de alerta de radar (RHAW) e supressores de calor nos dutos de saída dos motores.  O AH-2 tem uma cabine com capacidade de transportar um pequeno comando de soldados, característica que abre possibilidades de emprego do aparelho em missões C-SAR (Combate-SAR).
tecnodefesa..SEGURANÇA NACIONAL BLOG

VSISNAV VLS - Veículo Lançador


A MECTRON é a responsável pelo desenvolvimento e fabricação das redes elétricas (equipamentos eletrônicos de bordo) do VSISNAV – Veículo Lançador do SISNAV – Sistema de Navegação, correspondente ao protótipo XVT01 do VLS – Veículo Lançador de Satélite, programa do DCTA - Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial, através do seu IAE - Instituto de Aeronáutica e Espaço.
O VSISNAV é uma versão do VLS - Veículo Lançador de Satélites, que será utilizado para ensaios em voo do SISNAV - Sistema de Navegação, objeto do Projeto SIA (Sistemas de Navegação Inercial para Aplicação Aeroespacial) uma plataforma inercial que utiliza girômetros ópticos e acelerômetros. Plataformas inerciais são um dos componentes mais importantes de veículos lançadores espaciais e plataformas orbitais. É esse sistema que permite o controle da trajetória do veículo sem o auxílio de qualquer sinal externo.Neste projeto, a Mectron é responsável pelo desenvolvimento, fabricação e testes das redes elétricas do VSISNAV, ou seja, todos os computadores e equipamentos eletro-eletrônicos de bordo que compreendem suas redes de controle, serviço, segurança e telemetria. Para os sistemas em solo, a Mectron é responsável pelo equipamento APDT - Aquisição e Processamento de Dados de Telemetria e pelo Banco de Controle do veículo. Também serão prestados serviços de apoio à campanha de lançamentos do foguete e análise pós-voo.
segurança nacional blog

Arquivo do blog segurança nacional