quarta-feira, 21 de março de 2012

Trailer submundo Despertar 2012 - Oficial

Trailer Retribution Resident Evil 5 - 2012 Movie

Trailer de Resident Evil Lanzamiento Operação Raccoon City

Robôs movidos por ondas batem recorde mundial de distância


Quatro robôs navegantes estabeleceram um novo recorde mundial de distância, flutuando autonomamente por mais de 3.200 milhas náuticas (5.926 km) ao longo do Oceano Pacífico.
Os robôs marítimos partiram da baía de São Francisco, na Califórnia, em Novembro do ano passado.
O recorde foi batido quando a "equipe" chegou ao Havaí.
Contudo, esta é apenas a primeira etapa de sua jornada, prevista para alcançar 16.000 km.
Os robôs são parte de um projeto para coletar dados sobre a composição e a qualidade da água do mar, servindo também de divulgação para o fabricante, aLiquid Robotics.
Hemisférios diferentes
Os dados, transmitidos continuamente à base, indicam que os robôs flutuantes sobreviveram a ondas de até 8 metros.
Mas o pior pode estar por vir, conforme o grupo se dividirá, dois indo em direção ao Japão e dois rumando a sudoeste, cruzando o equador até chegar à Austrália.
Robôs movidos por ondas batem recorde mundial de distância

Como a primeira metade do trajeto, considerada mais suave, levou quatro meses para ser percorrida, os engenheiros acreditam que poderão esperar pelos robôs no Japão e na Austrália no fim de 2012 ou início de 2013.
Robôs movidos por ondas
Cada robô é composto por duas metades: a parte superior, uma espécie de prancha de surf, está ligada por um cabo a uma parte inferior submersa, contendo uma série de alhetas e uma quilha.
O movimento de subir e descer as ondas, feito pela parte superior, é transmitido pelo cabo até a parte inferior, movimentando as aletas e, por decorrência, o robô.
Os painéis solares instalados sobre a superfície superior alimentam os sensores que fazem leituras a cada 10 minutos para medir a salinidade, a temperatura a fluorescência e o oxigênio dissolvido na água.Inovação tecnologica segurança nacional

Paquistão decidiu proibir os EUA de usarem drones


Uma comissão parlamentar do Paquistão avançou como uma das condições do novo formato de relações com os EUA a proibição de assestar golpes com aparelhos não-pilotados (drones), que a Força Aérea estadunidense tem praticado sistematicamente no país, nos últimos anos.
Os deputados começaram a debater as exigências da comissão na manhã de 20 de março. Houve quem dissesse que as limitações de uso de drones poderá agravar ainda mais as relações do Paquistão com os EUA. No entanto, o presidente do parlamento acrescentou às declarações da comissão que Islamabad deveria exigir de Washington “desculpas incondicionais” pelo assassinato de 24 soldados paquistaneses, em novembro de 2011 Voz Russia..segurança nacional

Testes do Bulava continuarão no verão de 2012

No verão de 2012 ocorrerá uma série de lançamentos experimentais do míssil balístico intercontinental Bulava, comunica a agência de informação RIA Novosti, fazendo referências a uma fonte no Estado-Maior General da Frota Militar da Rússia.
Os lançamentos, inclusive um simultâneo, serão efetuados no âmbito do programa inaugurando o uso do míssil como parte dos armamentos russos. Os lançamentos do Bulava serão realizados de bordo do submarino atômico Yuri Dolgoruki do projeto 955 Borei.
 Anteriormente, o ministro da Defesa da Rússia, Anatoli Serdiukov, declarou que os testes estatais estivos do míssil Bulava tinham acabado com êxito..Voz da Russia..segurança nacional

Segurança nacional: Alemanha fornecerá a Israel mais um submarino Dolphin

Segurança nacional: Alemanha fornecerá a Israel mais um submarino Dolphin

Alemanha fornecerá a Israel mais um submarino Dolphin


Após as negociações de vários anos, a Alemanha fornecerá a Israel mais um submarino, confirmou o ministro da Defesa da Alemanha, Thomas de Maiziere, depois de um encontro, em Berlim, com seu homólogo israelense, Ehud Barak. Nos marcos do acordo, a Alemanha assumirá quase um terço do preço total do submarino – 135 milhões de euros.
A Marinha de Guerra israelense já dispõe de três submarinos de fabrico alemão. A construção de dois outros, nos estaleiros de Kiel, está quase concluída e os navios serão entregues a Israel ainda este ano. Trata-se de submarinos da classe Dolphin que, na opinião de peritos, podem ser dotados de mísseis nucleares. Não existe, porém, confirmação oficial destes dados.segurança nacional

Embraer espera participar de nova concorrência nos EUA


Silvana Mautone, da Agência Estado
SÃO PAULO - A Embraer espera poder participar de um novo processo de licitação da Força Aérea americana, em função do cancelamento anunciado em fevereiro da concorrência que havia sido vencida pela empresa brasileira.
"Isso vai depender das condições da nova concorrência, para ver se teremos condições de participar, mas acredito que teremos", afirmou há pouco do vice-presidente Financeiro e de Relações com Investidores da Embraer, Paulo Penido, durante teleconferência com jornalistas.
Segundo ele, a empresa ainda aguarda esclarecimentos sobre o cancelamento. "Temos de esperar os fatos, as decisões do cliente", disse.
No dia 28 de fevereiro, a Força Aérea dos Estados Unidos informou que cancelou o contrato de US$ 355 milhões para fornecimento de 20 aviões Super Tucano, da Embraer, alegando problemas com a documentação.
A empresa brasileira, que participou da disputa em parceria com a norte-americana Sierra Nevada, havia sido declarada vitoriosa no dia 30 de dezembro de 2011, mas, no começo de janeiro, o governo dos Estados Unidos já havia suspendido temporariamente a compra depois que uma rival, a americana Hawker Beechcraft, contestou na Justiça o resultado da licitação.
As aeronaves seriam utilizadas para treinamento avançado em voo, reconhecimento e operações de apoio aéreo no Afeganistão. Agência Estado segurança nacional

Exército colombiano mata 39 rebeldes das Farc


AE - Agência Estado
Trinta e nove supostos integrantes do grupo guerrilheiro Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) foram mortos por militares colombianos nas últimas 48 horas em ações distintas no país, informou nesta quarta-feira o ministro da Defesa, Juan Carlos Pinzón.
O ministro e chefes miliares explicaram, durante coletiva de imprensa conjunta, que entre terça-feira e a madrugada desta quarta-feira - quando um acampamento do grupo foi bombardeado -, 39 guerrilheiros foram mortos e 12 capturados. Dentre os mortos, 33 foram vítimas de um ataque na madrugada desta quarta-feira contra uma área do departamento (Estado) de Arauca, no nordeste do país, informou Pinzón. Os demais morreram em ações distintas, realizadas tanto em Arauca como em outras regiões do país.
Pinzón descreveu o ataque ao acampamento como o golpe mais duro contra as Farc em cinco anos. O general Ernesto Maldonado, comandante da 8ª Divisão do Exército, que tem jurisdição sobre a zona onde foi realizado o bombardeio, informou que a operação foi realizada numa zona rural do município de Arauquita, contra o acampamento da Frente 10 das Farc.
"Neste ano, este foi o golpe mais forte que demos contra as Farc", disse o oficial, por telefone, à Associated Press.
As tropas de Maldonado entraram no acampamento rebelde logo após o ataque realizado por cinco aviões Super Tucano da Força Aérea colombiana, informou o general.
O presidente Juan Manuel Santos felicitou os militares em mensagem postada em sua conta no Twitter. "Grande golpe contra as Farc em Arauca, onde mataram nossos soldados", disse Santos. "Felicitações a nossas forças", disse o mandatário.
A operação foi realizada numa região onde, no sábado, um ataque resultou na morte de 11 militares. Segundo autoridades, as Farc foram responsáveis pelo ataque.
O general Maldonado revelou que desde dezembro, quando foi criada em Arauca uma força-tarefa especial para a região, têm sido planejadas operações distintas contra a guerrilha.
Segundo Maldonado, calcula-se que existam entre 600 e 700 membros das Farc e do Exército de Libertação Nacional em operação em Arauca, grupos que, em algumas regiões, operam conjuntamente. As informações são da Associated Press. segurança nacional

Arquivo do blog segurança nacional