Wikipedia

Resultados da pesquisa

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

FAB apoia a EMBRAER em apresentação da aeronave A-29 Super Tucano para a USAF

Foi realizada na Base Aérea de Kirtland, Novo México, no período de 25 a 28 de janeiro, a LASSD (Light Air Support System Demonstration) da aeronave A-29 Super-Tucano para a USAF.




Trata-se de uma concorrência aberta pelo governo norteamericano para a compra de aeronaves de caça leves para incorporação ao acervo da Força Aérea. A FAB apoiou a EMBRAER no evento com uma aeronave A-29 FAB 5951 do 3°/3° GAV, Esquadrão Flecha, e uma aeronave C-130 FAB 2475 do 1° GTT, além de mecânicos e equipe mista de pilotos dos três esquadrões de A-29 subordinados à III FAE.



A saída do Brasil foi no dia 21 de janeiro, da Base Aérea de Boa Vista, tendo sido percorridos mais de 6.800 milhas náuticas (ida e volta) em uma aeronave monomotor.



Para tal feito, por exemplo, houve a necessidade de pousos técnicos intermediários no deslocamento de ida em: Piarco (Trinidade e Tobago), Santo Domingo (República Dominicana) e Fort Lauderdale (Estados Unidos). No dia seguinte, as aeronaves seguiram voo para Nova Orleans (Luisiana), San Antonio (Texas) e, finalmente, Albuquerque (Novo México).



O empenho no planejamento e execução da missão, bem como o alto nível de profissionalismo e entrosamento dos esquadrões da FAB contribuíram sobremaneira para o notório sucesso da apresentação realizada, em conjunto com a EMBRAER, em território estrangeiro.



Ministro da Defesa Nelson Jobim visita Flight Technologies e vai conhecer de perto os VANTs (veículos aéreos não tripulados

O Ministro da Defesa Nelson Jobim visitou ontem, segunda-feira (07/02), o Parque Tecnológico de São José dos Campos e conheceu os projetos desenvolvidos por empresas como a Flight Technologies, Embraer e a Vale Soluções e Energia.




O diretor da Flight Technologies, Nei Brasil, apresentou ao Ministro Jobim os projetos da empresa, entre eles o VANT (veículos aéreos não tripulados), que tem entre os clientes o Exército Brasileiro. O diretor apresentou ao Ministro da Defesa as aplicações do VANT nas áreas de defesa e segurança.



“Tivemos uma oportunidade única, pois a visita abre um canal de comunicação muito importante com o Ministério da Defesa e pudemos mostrar com clareza os nossos projetos e estratégias”, afirmou Nei Brasil.



A Flight Technologies foi fundada em 2005 por Nei Brasil e Benedito Maciel. Focada no desenvolvimento de sistemas aeronáuticos, a empresa foi o primeiro empreendimento apoiado pela Incubadora de Negócios do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA/CTA).



Para o diretor executivo e co-fundador da Flight Technologies, a empresa é o resultado de uma política do governo de investimento em incubadoras. “Um dos principais desafios da empresa agora é a consolidação da nossa posição no mercado.”



Flight Technologies

Desde sua criação, a Flight Technologies passou a atuar para dar suporte ao desenvolvimento de sistemas robóticos em projetos do Ministério da Defesa Brasileiro. Participou do Projeto VANT, sob Gerência do Comando-Geral de Tecnologia Aeroespacial (CTA).



A partir de 2007, a Flight Technologies passou a praticar uma estratégia de negócios mais ampla, voltada para o desenvolvimento e a comercialização de produtos estratégicos para o país em duas áreas principais: Sistemas Aviônicos e Sistemas de Inteligência, Comando e Controle, baseados em veículos aéreos não-tripulados. Durante o mesmo ano, a empresa conquistou importantes contratos com o Centro Tecnológico do Exército (CTEx), através de sua controladora Flight Solutions, e com a Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP).



A partir daí, alavancou a capacidade científica e tecnológica, com o desenvolvimento de tecnologias próprias em Sistemas Aviônicos e Sistemas de Inteligência, Comando e Controle.



Ao apresentar resultados positivos no Projeto VANT, bem como ao realizar as primeiras entregas para o Exército Brasileiro, em 2008, a Flight Technologies consolidou sua posição como liderança e referência latino-americana. Detentora de tecnologias próprias de interesse para o país, passou a ser considerada como uma empresa estratégica para as Forças Armadas Brasileiras.


Arquivo do blog segurança nacional