Wikipedia

Resultados da pesquisa

sábado, 27 de novembro de 2010

Exército encontra dólares com criança no Alemão

Como parte das ações organizadas em resposta à série de ataques atingem o Rio de Janeiro, homens do Exército apreenderam na manhã deste sábado US$ 36 mil na mochila de uma criança em um dos acessos ao Complexo do Alemão, na zona norte do Rio de Janeiro.




A Polícia Militar alertou que os bandidos estão usando mulheres e menores de idade para tentar retirar das favelas armas, drogas, dinheiro e munições. Em resposta, até mesmo idosos estão sendo revistados.



O Exército realiza nesta manhã vários bloqueios em pontos de acesso ao Complexo do Alemão. Foram instaladas barreiras ao longo da avenida Itaoca, da Estrada do Itararé e da rua Uranos, duas vias de acesso complexo de favelas. Os militares estão parando carros e motos e, principalmente, caminhões baú de lixo. O objetivo é impedir a fuga de traficantes. Por volta das 7h30 foram ouvidos tiros no interior do Morro do Adeus, que faz parte do Complexo.




Três pessoas foram detidas em uma das saídas do Alemão, mas ainda não há informações do motivo. Um dos momentos de tensão que marcaram as ações deste sábado ocorreu quando os militares viram um homem armado em uma moto, mas ao pará-lo verificaram que se tratava de um policial militar.



As ações organizadas em como parte da resposta aos sucessivos ataques ocorridos ao longo desta semana tiveram o reforço de um tanque urutu, que passou em ronda pela Estrada do Itararé nesta manhã. Pela avenida Brasil, militares patrulharam ainda os bairros de Bonsucesso e Manguinhos, na zona norte.



A troca de tiros entre militares do Exército, além de agentes das polícias militar, civil e federal com traficantes do Complexo do Alemão já deixou oito pessoas feridas e uma morta.



Entre os feridos está Geovana Isabela da Penha, de 3 anos, que foi baleada de raspão no braço enquanto estava em casa na favela Nova Brasília.



À noite, o fotógrafo da agência de notícias Reuters, Paulo Whitaker, foi baleado no ombro e socorrido para um hospital particular, na zona norte. Seu estado de saúde é estável.



Thiago Ferreira Farias, de 24 anos, conhecido como Thiaguinho G3, apontado pela polícia como gerente do tráfico da favela Fazendinha, do Complexo do Alemão, morreu em confronto com policiais militares.

Blindados entram no Alemão

Cerca de dez veículos blindados entraram em alta velocidade no Conjunto de Favelas do Alemão, na Penha, na Zona Norte do Rio, no fim da tarde deste sábado (27). A Estrada do Itararé, um dos acessos à comunidade, foi fechada pela Polícia Militar por volta das 18h15, de forma que somente policiais têm autorização para circular na área.




Segundo o coronel Lima Castro, relações públicas da PM, o prazo para que os criminosos se entreguem termina no fim do dia, "assim que o sol se pôr".



A entrada acontece um dia depois do cerco ao local por mais de 800 homens da polícia e do Exército. Foi para lá que mais de cem criminosos fugiram após a ocupação da Vila Cruzeiro, na quinta-feira (25).



No começo da noite, homens da PM em moto entraram em alta velocidade na favela. O clima de tensão aumentava conforme a noite se aproximava.



Por volta das 17h25, recomeçou o tiroteio na comunidade e, um pouco antes, um helicóptero da Polícia CIvil foi alvo de tiros dos criminosos. No entorno, a movimentação de carros da polícia é grande.



No fim da tarde, um incêndio atingiu uma lanchonete num dos acessos ao morro. Um homem foi retirado da lanchonete inconsciente pelo Corpo de Bombeiros. O clima no fim da tarde era de tensão, com moradores correndo pela favela.

Petrobrás anuncia descoberta de petróleo na Amazônia

SÃO PAULO - A Petrobrás informou que o teste de longa duração (TLD) na Amazônia confirmou a existência de acumulação de óleo leve (46º API) e gás natural no poço 1-ICB-1-AM (denominado "Igarapé Chibata nº 1"), em Tefé (AM), município distante 630 km de Manaus e 32 km da Província Petrolífera de Urucu.




De acordo com a empresa, os dados do teste até o momento indicam que a capacidade de produção do poço é de 2,5 mil barris de petróleo por dia, "o que é considerado um excelente resultado, em se tratando deste tipo de bacia no Brasil", diz a nota. O poço de 3.485 metros foi perfurado na Bacia do Solimões, Bloco SOL-T-171, no qual a Petrobras detém 100% dos direitos de exploração e produção.



O teste foi iniciado em setembro e tem duração prevista de um ano. A Petrobrás explica que o Plano de Avaliação da Descoberta (PAD), aprovado pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), "prevê a aquisição de novos dados sísmicos e perfurações de poços delimitatórios" para "definir a extensão da acumulação, quantificar as reservas e a comprovar a economicidade da acumulação." A estatal informa ainda no comunicado que, na região, já possui três campos produzindo petróleo e gás natural no município de Coari.

Arquivo do blog segurança nacional