quarta-feira, 16 de junho de 2010

Sonda espacial volta à Terra trazendo amostra de asteroide





Cerca de uma hora após a reentrada, um helicóptero localizou a sonda na região conhecida como Área Proibida Woomera, uma área desabitada na Austrália.[Imagem: JAXA]

A JAXA, agência espacial japonesa, recuperou com sucesso a cápsula de retorno da sonda espacial Hayabusa, a primeira a coletar uma amostra de um asteroide e trazê-la de volta à Terra.



A sonda espacial e a cápsula trazendo a amostra reentraram na atmosfera neste domingo (13), caindo em uma área desértica da Austrália.



Reentrada filmada 


                               
Todo o processo de reentrada foi acompanhado por uma equipe internacional de cientistas, com contou com a colaboração da NASA.



Usando câmeras especiais a bordo de um avião da agência espacial norte-americana, foi possível filmar a chegada da sonda espacial, que retornou depois de uma viagem de sete anos.



A própria sonda Hayabusa foi destruída na reentrada. Antes disso, porém, a cápsula com a amostra do asteroide Itokawa separou-se da sonda. Ambas reentraram na atmosfera a uma distância de cerca de dois quilômetros uma da outra.



Cerca de uma hora após a reentrada, um helicóptero localizou a sonda na região conhecida como Área Proibida Woomera, uma área desabitada na Austrália.



A cápsula foi recuperada e levada para uma sala limpa da JAXA.







Todo o processo de reentrada da Hayabusa e de sua cápsula, contendo a amostra do asteroide Itokawa, foi acompanhado por uma equipe internacional de cientistas. [Imagem: JAXA/NASA]

Amostra de asteroide



Agora os cientistas se preparam para abrir a cápsula e estudar as amostra que ela provavelmente trouxe de volta.



Ainda há dúvida sobre se a cápsula contém de fato amostras do asteroide.



Quando a sonda tocou o asteroide Itokawa, em Novembro de 2005, seu sistema de controle de altitude falhou e seus instrumentos relataram um vazamento de combustível.



Os problemas e as falhas de comunicação levaram a agência espacial japonesa a levantar dúvidas sobre se a sonda seria capaz até mesmo de retornar à Terra.



Veja mais detalhes na reportagem Sonda dada como perdida está de volta com amostra de asteroide.
Nave russa decola rumo à estação espacial


Foguete leva três novos tripulantes à ISS




Foto: © AP

Soyuz parte da base espacial de Baikonur, no Cazaquistão

A nave russa Soyuz TMA-19 partiu hoje da base de Baikonur, no Cazaquistão, rumo à Estação Especial Internacional (ISS). O lançamento foi confirmado pelo centro espacial Johnson, em Houston (Texas), e ocorreu no horário previsto.



O foguete leva três novos tripulantes para a ISS, os americanos Douglas Wheelock e Shannon Walker e o russo Fyodor Yurchikhin. Eles vão se juntar aos astronautas Alexander Skovortskov, Tracy Caldwell e Mikhail Kornienho, que habitam a estação desde abril. Eles serão a tripulação que receberá o último voo do ônibus espacial Endeavour, que aposentará em definitivo estas naves espaciais.



A ISS elevou sua órbita em mais 2,5 quilômetros como preparação para chegada da Soyuz.



(Com informações da EFE e AP)

Arquivo do blog segurança nacional