quinta-feira, 10 de junho de 2010

O blog conversou esta manhã (10) com um representante da Yuzhmash, empresa ucraniana responsável pela fabricação do veículo-lançador Cyclone 4, a ser operado de Alcântara, no Maranhão, pela binacional ucraniano-brasileira Alcântara Cyclone Space (ACS). A conversa aconteceu no estande da agência espacial ucraniana (National Space Agency of Ukraine – NSAU), na feira aeroespacial ILA 2010, que acontece esta semana em Berlim, na Alemanha.




O representante da empresa destacou que a Yuzhmash é uma empresa meramente produtora, não responsável pelo desenvolvimento dos equipamentos que fabrica, processo produtivo bastante característico da ex-URSS. Além de foguetes e propulsores espaciais, a estatal fabrica tratores, geradores eólicos de energia e outros equipamentos mecânicos. Embora a empresa não seja a responsável pelo projeto do Cyclone 4 (a desenvolvedora é a Yuzhnoye), a conversa, bastante rápida, foi produtiva, pois revelou informações sobre os avanços no projeto e construção do foguete.



O último estágio do Cyclone 4 (chamado de “upper stage”) está em desenvolvimento, sendo que os dois outros estágios já tiveram seus desenhos concluídos. Até o momento, só foram fabricados modelos de engenharia, mas a previsão é que ainda este ano os primeiros modelos de voo já entrem na linha de montagem. Questionado sobre a quantidade de foguetes que seriam fabricados nesta primeira fase, o representante da Yuzhmash preferiu não responder, mas afirmou que o plano de negócios (“business plan”) da ACS considera cinquenta lançamentos.



Numa brochura sobre as atividades da NSAU elaborada pela a ILA, há a indicação de que o primeiro voo do Cyclone 4 ocorrerá apenas em 2012. O blog apurou que uma data mais específica seria fevereiro de 2012, com o transporte do primeiro veículo para o centro de lançamento previsto para novembro de 2011.

Arquivo do blog segurança nacional