Wikipedia

Resultados da pesquisa

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

S-33 termina seu PMG e volta ao mar em grande-SUBMARINO-TAPAJÔ NO MAR operação de Load Out.






Da Redação



No último dia 28 foi dada como concluída a operação de Load Out(retirada) do submarino Diesel-Elétrico S-33 Tapajó do galpão do AMRJ, Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro na Ilha das Cobras, onde se encontrava para a realização do PMG(Período de Manutenção Geral), onde o submarino é inteiramente desmontado, revisado e modernizado, e depois praticamente reconstruído.







O Submarino tem 61,2m de comprimento e 6,25 de boca, e foi retirado do galpão e levado ao mar com a ajuda de dois guindastes, um suporte sobre rodas com 72 eixos e cerca de 100 profissionais que participaram de um planejamento de 60 dias para a operação.



Andando a uma velocidade inferior a 1km por hora, as carretas levaram cerca de 24 horas para levar o S-33 do galpão para o dique seco.


PAK FA RUSSIA Caça russo de 5ª Geração fez sua primeira aparição ao público; Assista ao vídeo do voo.


O protótipo decolou esta manha da base de Komsomolsk-on-Amur, no leste da Rússia, sob os olhares de repórteres e curiosos, ansiosos para ver o tão falado Pak Fa, cujo o design era mantido em segredo.




O primeiro voo teve duração de 47 minutos e foi acompanhado sempre por um Su-27 como "avião paquera". Testes de controle da aeronave e dos motores foram feitos durante o voo, e até o trem de pouso pôde ser recolhido em um dado momento. O piloto de testes foi Sergei Bogdan que, segundo a Sukhoi, fabricante da aeronave, teve uma performance excelente no controle do protótipo.







A Sukhoi afirma também que os elementos chave dessa nova aeronave são os materiais compostos utilizados por quase todo o corpo da aeronave, técnicas avançadas de aerodinâmica e medidas para reduzir a assinatura térmica das turbinas NPO Saturn. Essas medidas dariam ao Pak Fa uma baixa assinatura radar, ótica e infravermelha sem precedentes.



Combinando tudo com um moderno Radar AESA e outros sistemas de detecção ativos e passivos, o Pak Fa demonstra a vontade e a capacidade da Rússia de voltar a ter aeronaves de caça novas e modernas em seu arsenal, algo que não acontecia desde antes do fim da Guerra Fria.







A aposta da Força Aérea Russa é combinar o Pak Fa com os caças modernizados como o Su-35 para formar a espinha dorsal da aviação de caça pelas próximas décadas.



Os primeiros testes com o Pak Fa devem durar até 2012, quando se espera que a Rússia defina quantas aeronaves de 5ª geração vai operar e se inicie então a fase de produção do modelo.

Assista ao vídeo do primeiro vôo:
defesa mectron missil ar ar mectron 1b A Mectron foi fundada em 14 de fevereiro de 1991, tendo nascido em um momento em que


o país, e em especial a cidade de São José dos Campos, passava por uma profunda crise.

A empresa nasceu da associação de engenheiros oriundos das empresas e instituições
mss 1.2 missil anti blindados da mectron mss 1.2

de tecnologia do segmento aeroespacial de São José dos Campos.

Apesar da situação de profunda recessão, a empresa procurou, desde o seu início,

oportunidades nas áreas em que o conhecimento de seus especialistas,pudesse ser útil.

Logo após a sua fundação a Mectron foi contratada pela DACM (atual DSAM),

órgão da Marinha Brasileira então responsável pela escolha dos fornecedores para

o programa de modernização das fragatas classe Niterói visando capacitá-las para a defesa

anti-aérea contra ataques de mísseis voando a baixa altitude.
Arte das SMKB 82 e SMKB 83. Imagem: Britanite e mectron bombas guiadas

Na época a Marinha tinha ofertas de três consórcios internacionais para a realização

do trabalho, tendo sido sub-contratada à Mectron uma análise técnica de cada proposta,

no sentido de determinar qual se adequaria melhor aos requisitos da Marinha Brasileira.

Para a realização deste trabalho foi desenvolvido um software capaz de representar
mar-1..no aviâo da marinha do brasil, bombas guiadas da mectron ê missil piranha 1b

com realismo cenários de combate e toda a seqüência de eventos envolvidos,

desde a detecção dos alvos, a designação das armas, o acionamento das contra medidas,

o lançamento de mísseis de defesa e o disparo dos canhões, até a neutralização da ameaça

ou seu eventual impacto na fragata.

Paralelamente a empresa se esforçou na busca de outros clientes, com ênfase nas áreas

de automação industrial e controle de tráfego veicular, nas quais prestou serviços a empresas
mar-1 missil anti radar em breve na versâo  anti navio para a marinha do brasil

como Jonhson & Jonhson e General Motors, além de desenvolver um controlador eletrônico

de semáforos de baixo custo, posteriormente vendido a diversas cidades

do estado de São Paulo, como Jacareí, Valinhos e São José dos Campos.

Arquivo do blog segurança nacional