Wikipedia

Resultados da pesquisa

sábado, 23 de agosto de 2014

FTI lançado na Operação Raposa

O décimo primeiro Foguete de Treinamento Intermediário (FTI) foi lançado com sucesso hoje, dia 21 de agosto de 2014, às 13 horas e 46 minutos, durante a Operação Raposa, que ocorre no Centro de Lançamento de Alcântara (CLA). Esse lançamento teve como objetivo o treinamento das equipes para o lançamento e o rastreio do veículo VS-30 V13, que levará uma carga útil denominada EPL (Estágio Propulsivo Líquido), que utiliza etanol e oxigênio líquido.
 Além da carga útil EPL, desenvolvimento conjunto do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE) e da empresa Orbital Engenharia, o VS-30 V13 levará o sistema GPS para uso espacial, desenvolvido em cooperação entre a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e o IAE. Esses projetos contaram com suporte financeiro da Agência Espacial Brasileira (AEB).
 O teste bem sucedido dos meios de rastreio do CLA, do IAE e da Agência Espacial Alemã (DLR) é de fundamental importância para o êxito do próximo lançamento, já que não haverá recuperação da carga útil.
 Iniciada no dia 12 agosto de 2014, a Operação Raposa é apoiada pela Agência Espacial Brasileira (AEB) e conta com participação de diversas organizações militares subordinadas ao Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) – IAE, CLA e CLBI, ao Comando-Geral de Operações Aéreas (COMGAR) - Segunda Força Aérea (II FAE) e Quinta Força Aérea (V FAE) e o 1º Comando Aéreo Regional (I COMAR) e à Marinha do Brasil.
SEGURANÇA NACIONAL BLOG.SNB

EMPRESA BRASILEIRA FIRMA ACORDO COM CHINESES NO SETOR AEROESPACIAL

 A empresa Orbital Engenharia Ltda, de São José dos Campos (SP), firmou Acordo de Cooperação no setor aeroespacial com a China Great Industry Corporation (CGWIC) e com o Shanghai Institute of Space Power-sources (Sisp).
A empresa nacional é a primeira do país a assinar parceria com instituições chinesas. O acordo é fruto da rodada de negociações realizada na China entre empresas brasileiras e do país promovida com o apoio da Agência Espacial Brasileira (AEB), em dezembro de 2013, quando do lançamento do quarto satélite do programa Satélite Sino-Brasileiro de Sensoriamento Remoto (Cbers, na sigla em inglês), em Taiyuan.
Segundo Célio Costa Vaz, diretor da Orbital, a empresa representará comercialmente as duas instituições chinesas no Brasil, mas o acordo prevê também o desenvolvimento de projetos e produtos. “Inicialmente, vamos atuar no país, mas, futuramente, pretendemos prospectar o mercado latino-americano”, destaca Vaz.
Para o empresário, o acordo é uma demonstração de que a indústria aeroespacial do país goza de prestígio e é avaliada com respeito e seriedade pelos chineses. Em sua opinião, a parceria também contribui para uma aproximação mais estreita entre empresas do setor dos dois países.
De acordo com o presidente da AEB, José Raimundo Braga Coelho, esse acordo mostra o bom potencial de negociações que podem ser firmadas entre entidades dos dois países. Para ele, a parceria também deve contribuir para que outras empresas do setor busquem ampliar negociações no exterior.
Coordenação de Comunicação Social (CCS-AEB)
SEGURANÇA NACIONAL BLOG.SNB

Intendência - Videoclip


SEGURANÇA NACIONAL BLOG,SNB

Arquivo do blog segurança nacional