Wikipedia

Resultados da pesquisa

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Submarino atômico dos EUA entra no Oceano Índico


O submarino atômico Michigan da FN dos EUA, dotado de 154 mísseis de cruzeiro, passou pela base naval australiana Stirling na ilha Garden no Oceano Índico. Para já, não há informações sobre o seu futuro percurso.
Enquanto isso, no Oceano Índico, nomeadamente, no Mar Arábico, já se encontra o submarino Geórgia, com 154 mísseis de cruzeiro a bordo com o alcance de voo igual a 1,6 mil km.
Além disso, na região do Golfo Pérsico e do Mar Arábico atuam, no mínimo, três submersíveis de classe Los Angeles que fazem parte de três grupos navais em serviço nesta zona. Cada vaso de guerra está munido de 12 mísseis de cruzeiro "Tomahawk".Voz da Russia..SEGURANÇA NACIONAL

RAFALE International se Encontra com Empresários e Instituições Acadêmicas em PORTO ALEGRE

São Paulo, 23 de abril de 2012 – Consórcio RAFALE International, formado pelas empresas DASSAULT Aviation, SNECMA, do Grupo SAFRAN, e THALES, em parceria com aFederação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS), por meio do Comitê Gaúcho da Indústria de Defesa e Segurança, promove no próximo dia 25, quarta-feira, o eventoRafale Technology Workshop: Oportunidades para o Rio Grande do Sul.

A iniciativa visa incentivar acordos bilaterais em benefício da indústria local e a ratificação de parcerias acadêmicas que serão parte do processo de cooperação industrial que integra a proposta francesa para o Brasil. A França é o único concorrente do F-X2 a oferecer o compartilhamento de tecnologia sem restrições para o governo brasileiro, empresas e organizações locais. O projeto de compartilhamento de tecnologia e contrapartidas vai abranger mais de 160% do contrato de compra da aeronave.

Para o representante do Consórcio RAFALE International no Brasil, Jean-Marc Merialdo, o evento é uma grande oportunidade para reforçar o interesse do Consórcio na região. “Já temos algumas parcerias no Rio Grande do Sul, mas sabemos que ainda há espaço para ampliar o envolvimento da indústria e das universidades. Queremos que os gaúchos também sejam parte do processo de produção dos caças RAFALE, caso sejamos os escolhidos pelo Governo brasileiro.”

Além das palestras dos executivos da Dassault Aviation, o evento Rafale Techonology Workshop: Oportunidades para o Rio Grande do Sul terá a presença da Secretaria de Desenvolvimento e Promoção do Estado do Rio Grande do Sul – SDPI e do Comitê Gaúcho da Indústria de Defesa e Segurança (COMDEFESA-FIERGS), que irão falar sobre o potencial e as oportunidades de negócios para o Rio Grande do Sul. A expectativa é que sejam assinadas novas cartas de intenção durante o evento, que se somarão às mais de 70 já protocoladas com cerca de 50 entidades/empresas brasileiras.

Sobre o RAFALE International..segurança nacional

Arquivo do blog segurança nacional