Wikipedia

Resultados da pesquisa

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Cientistas divulgam mapa em cores do Universo

SÃO PAULO - Na terça-feira, 11, o Centro de Pesquisa Digital do Céu Sloan III (ou, em sua sigla em inglês, SDSS-III) divulgou o mapa em cores do Universo mais completo até o momento. O mapa, feito desde 1998, reúne milhões de imagens de 2.8 megapixels , resultando em uma imagem final de mais de um trilhão de pixels. A imagem é tão grande e detalhada que seriam necessárias 500 mil TVs de alta definição para conseguir vê-la na totalidade de sua definição.

Essa nova imagem dá aos astrônomos a visão mais abrangente do céu já realizada. Os dados do SDSS-III já foram usados para descobrir cerca de meio bilhão de objetos astronômicos, incluindo asteroides, estrelas e galáxias. Os mais recentes e mais precisos posicionamentos, cores e formatos desses objetos também foram divulgados

A imagem começou a ser realizada em 1998, com o que era então a maior câmera digital existente (de 138 megapixels). Durante a última década, os pesquisadores fizeram registros de um terço do céu usando essa câmera, que foi aposentada e fará parte da coleção do museu Smithsonian.


A missão partiu para o espaço em maio de 2009 com o objetivo de detectar luz de poucos milhares de anos após o Big Bang, evento que se acredita tenha criado o Universo. No entanto, os detectores de última geração serão usados para fazer uma vistoria de todo o céu pelo menos quatro vezes, medindo sua radiação cósmica de fundo, ou a radiação derivada do Big Bang.




Esses dados irão ajudar os cientistas a entender melhor a evolução e o destino do nosso Universo. Embora os resultados das leituras do telescópio só fiquem prontos em dois anos, observações antecipadas de objetos astronômicos específicos na Via-Láctea, assim como em galáxias mais distantes, já estão sendo divulgados.

Israel: só ameaça militar pode deter programa nuclear do Irã

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse nesta terça-feira que só "uma ameaça militar crível" poderá frear o polêmico programa nuclear do Irã. "As sanções ao Irã não atingiram seus objetivos. O Irã continua empenhado em se munir de armas atômicas e só uma ameaça militar crível irá frear seu programa nuclear", declarou Netanyahu em entrevista coletiva.




O chefe de governo israelense afirmou que o Irã é o maior motivo de preocupação no Oriente Médio. Segundo ele, 2010 foi o ano em que a comunidade internacional se conscientizou do "perigo" que representa o regime de Teerã. "A principal prioridade na região é o Irã, a segunda o Irã e a terceira o Irã", afirmou o Netanyahu, para quem os iranianos só desistirão de seu suposto desejo de aceder ao armamento atômico se houver uma ameaça militar crível.



Ele alegou que as sanções internacionais contra o regime de Teerã "não foram suficientes". Netanyahu comentou que 2011 "será o ano em que se saberá quem quer a paz no Oriente Médio" e disse que "não há povo no mundo que queira mais a paz do que o povo de Israel".



O primeiro-ministro israelense acusou a Autoridade Nacional Palestina (ANP) - presidida por Mahmoud Abbas - de "se afastar da paz" porque "se afasta da negociação". Para Netanyahu, "os palestinos se afastam da negociação com sua postura de impor pré-condições à negociação", referindo-se à exigência da ANP de que Israel detenha a construção dos assentamentos judaicos antes de retomar as negociações.

Tecnologia de Visão Sintética é certificada para o Phenom 300

São José dos Campos, 12 de janeiro de 2011 – O jato executivo Phenom 300, da categoria light, fabricado pela Embraer, recebeu os certificados da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), da Federal Aviation Administration (FAA) dos Estados Unidos e da Agência Européia para Segurança da Aviação (European Aviation Safety Agency – EASA) para utilizar a tecnologia de visão sintética da Garmin (Synthetic Vision Technology™ – SVT). O avião é o primeiro jato da categoria light a oferecer esta avançada funcionalidade na cabine de pilotagem.




A SVT recria imagens topográficas a partir das informações do sistema de alerta de colisão da aeronave por meio de uma sofisticada modelagem gráfica, que simula o que o piloto veria em sua frente à luz do dia. É particularmente útil em condições de visibilidade limitada, tais como neblina, operação noturna e vôo por instrumentos. A realidade virtual apresentada fornece ao piloto uma imagem tridimensional do solo, água, obstáculos, aeroportos e tráfego aéreo.



“A Embraer se esforça ao máximo para oferecer soluções diferenciadas a seus clientes e o Phenom 300 é o único jato da categoria light com a tecnologia SVT”, disse Luís Carlos Affonso, Vice-Presidente Executivo da Embraer para o Mercado de Aviação Executiva. “Esta tecnologia fornece um excelente alerta situacional, mesmo em condições de vôo com visibilidade reduzida, guiando de forma segura pilotos em regiões montanhosas.”



Com imagens coloridas do relevo, que mostram nitidamente as áreas que representam maiores ou menores riscos de colisão por meio de tonalidades que variam do âmbar ao vermelho, torres ou outros obstáculos que possam interferir na rota de vôo são destacados com cores diferentes e mostrados com a simbologia apropriada. A SVT funciona em conjunto com o sistema de prevenção de colisões aéreas (Traffic Collision Avoidance System – TCAS) e o serviço de informações de tráfego aéreo (Traffic Information Service – TIS) para representar outras aeronaves em perspectiva tridimensional e fornecer dados em tempo real sobre a sua proximidade.



Utilizando a simbologia própria do TCAS, a SVT apresenta os objetos mais próximos em maior tamanho, facilitando a visualização e a identificação dos riscos associados ao tráfego aéreo. A SVT é uma importante ferramenta da cabine de comando Prodigy™ e também pode ser facilmente instalada nos aviões que já estão em operação. O sistema aviônico integrado da Garmin Prodigy™ foi exclusivamente concebido para os jatos Phenom e incorpora a ampla experiência da Embraer no desenvolvimento de aeronaves comerciais e de defesa. Alerta situacional aprimorado, cabine de comando digital com monitores amplos, aviônica de última

geração e capacidade de operação por apenas um piloto são elementos fundamentais em cada detalhe do projeto desta cabine de comando

Arquivo do blog segurança nacional