Wikipedia

Resultados da pesquisa

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Vídeo da construção da Base e Estaleiro de Submarinos bate recorde de acessos na TV Marinha na Web

Em apenas uma semana de divulgação na TV Marinha na Web, o vídeo da construção da Base e do Estaleiro de submarinos, em Itaguaí (RJ), bateu o recorde de acessos, com mais de 14 mil exibições. A reportagem é a primeira de uma série, que será exibida no site da Marinha do Brasil.




O vídeo mostra o estágio das obras da Unidade de Fabricação de Estrutura Metálica (UFEM), primeira etapa do novo Complexo Militar-Naval, composto, também, por um Estaleiro e pela Base Naval de Submarinos. No canteiro de obras de 90 mil metros quadrados, homens da Construtora Odebrecht trabalham em uma longa jornada, sob a fiscalização permanente da Marinha.



Além da importância estratégica, tecnológica e industrial do Programa de Desenvolvimento de Submarino com Propulsão Nuclear, o aspecto social também foi ressaltado na reportagem, que destacou a implantação do Programa de Qualificação Profissional Continuada “Acreditar”. O programa seleciona, capacita e forma a mão-de-obra da região, com o intuito de contratá-la para atuar nas obras.



Assista ao vídeo da construção da Base e Estaleiro de submarinos da Marinha do Brasil.



Fonte: Marinha do Brasil

Nave Soyuz é lançada com 3 astronautas rumo à Estação Espacial

Uma nave espacial russa com dois cosmonautas e um astronauta norte-americano foi lançada rumo à Estação Espacial Internacional. O lançamento ocorreu na base russa no Casaquistão nas primeiras horas de sexta-feira (horário local).






Veja também:



Congresso dos EUA apoia plano de terceirização de viagens espaciais



Alexander Kaleri, Oleg Skripochka e Scott Kelly se juntarão a outros três membros na estação orbital após uma viagem de dois dias a bordo na nave Soyuz.



A televisão russa e a Nasa mostraram o lançamento da nave, às 5h11 no horário local (20h11 hora de Brasília de quinta-feira).



Os três astronautas fazem a viagem a bordo da primeira nave Soyuz totalmente digital. Essa versão aperfeiçoada permitirá dobrar a taxa de lançamentos, o que ajudará a manter a ISS com tripulação completa - seis astronautas a bordo - mesmo no intervalo entre a aposentadoria dos ônibus espaciais americanos e a estreia da nova geração de naves dos EUA.



A Soyuz que será usada para levar a próxima tripulação à estação espacial, em dezembro, foi danificada durante o transporte, anunciou o chefe da agência espacial russa na quinta-feira. Isso poderá causar um pequeno adiamento no lançamento.




Arquivo do blog segurança nacional