Wikipedia

Resultados da pesquisa

sábado, 7 de agosto de 2010

Projeto de Missil é Foquete da avibras

 Projeto do missil de cruzeiro brasileiro vira Realidade só com ajuda do governo é das exportaçao do produto para países que o Brasil tem contrato de exportaçao com a malasia arabia saudita e os demais paises. Na verdade o lançador é um projeto do pré-sal o sistema de missil e com o foquete misil da britanite que deve ser lançado no ano de 2014

EMBRAER KC-390 O CARGUEIRO MILITAR TÁTICO

A FAB destinou US$ 1,3 bilhão para o projeto. O valor cobre todas as atividades de concepção, desenvolvimento, ensaios, certificação e preparação para a produção.






Em 21 de julho de 2010, a FAB assinava com a Embraer uma carta de intenção de compra futura no disputado e badalado 47º Show Aéreo de Farnborough, no Reino Unido.





Serão inicialmente encomendados 28 cargueiros KC-390. A expectativa é que o primeiro voo do avião ocorra em 2014, com sua entrada em serviço no final de 2015.





Há comentários em Brasília de que esses 28 aviões KC-390 seriam somente um primeiro lote, pois a FAB estaria pretendendo incorporar entre 60 e 80 KC-390 em basicamente um modelo, para atender às suas necessidades. Poderá ser até mais que isso, dependendo de outras variantes dele que possam ser desenvolvidas.





Segundo a Embraer (pdf), em julho de 2010, o projeto avançava conforme planejado e a fase de estudos preliminares havia sido concluída com sucesso.





As campanhas mais importantes de ensaios em túnel de vento, com modelos em escala reduzida, haviam sido concluídas e permitiram congelar a configuração aerodinâmica. A arquitetura estrutural e as tecnologias de sistemas estavam também definidas.





Nos requisitos iniciais, o KC-390 havia sido projetado para transportar 19 toneladas. Porém, estudos mostraram que a capacidade de carga do KC-390 deverá superar aquela estabelecida nos requisitos iniciais e chegar a 23,6 toneladas.





O contrato de produção das aeronaves da FAB deverá ser firmado com a Embraer por volta de 2012. A indústria aeroespacial brasileira terá um papel de importante no programa de desenvolvimento do novo cargueiro, especialmente nas áreas de sistemas aviônicos, estrutura e trem de pouso.





Em abril de 2007, foi noticiado que a Embraer iria construir no Brasil um novo Cargueiro Militar Tático para atender ao programa de modernização da FAB, o qual prevê uma compra inicial de 30 dessas aeronaves ao preço unitário de US$ 50 milhões.

Arquivo do blog segurança nacional