Wikipedia

Resultados da pesquisa

sexta-feira, 4 de junho de 2010


INGLATERRA ENVIA SUBMARINO NUCLEAR PARA AS ILHAS MALVINAS



COM ESSE ATO BELICOSO, O REINO UNIDO ACREDITA QUE VAI "ACABAR COM AS AMBIÇÕES DA ARGENTINA" DE RECUPERAR AS ILHAS QUE LHE FORAM TOMADAS À FORÇA PELOS INGLESES NO SÉCULO XIX



"OLHO GRANDE" BRITÂNICO PELAS RESERVAS PETROLÍFERAS DESCOBERTAS "JUSTIFICOU" A ESCALADA DA CRISE.



"LONDRES, 17 MAR (ANSA) - A Marinha britânica enviou um submarino nuclear de guerra para reforçar a segurança em torno das Ilhas Malvinas, arquipélago no Atlântico Sul reclamado pela Argentina.



Segundo informou a imprensa britânica, as autoridades militares da Grã-Bretanha ordenaram no mês passado o envio do submarino HMS Sceptre, que pesa cerca de cinco mil toneladas. A embarcação partiu da costa sul da África com a tarefa de monitorar as ilhas.



Uma fonte militar disse que o submarino "está muito bem equipado e funciona com energia nuclear". Sob anonimato, oficiais ressaltaram aos jornais locais que o governo espera que a presença do HMS Sceptre possa "acabar com as ambições" da Argentina pela soberania do local.



O submarino nuclear possui cinco tubos para lançar torpedos, além de alcançar uma velocidade de 20 nós e de possuir tecnologia avançada para monitorar as águas por meio de radares e sinais sonoros digitais.



O Ministério britânico da Defesa, por sua vez, se negou a dar informações sobre o assunto.



Os jornais destacaram que o envio do submarino foi feito após fortes especulações de que a empresa Desire Petroleum encontrou petróleo no norte das Ilhas Malvinas.



A companhia, que foi a primeira a iniciar tarefas de exploração de hidrocarbonetos no local, tem previsto anunciar na próxima semana os resultados do seu empreendimento.



A imprensa britânica também relembrou que há alguns dias um grupo de 100 manifestantes lançou coqueteis molotov contra a embaixada do país em Buenos Aires como forma de protestar contra as atividades de exploração.



A Grã-Bretanha ocupou [militarmente] as ilhas em 1833. Desde então, a Argentina reivindica a devolução do território, que havia sido herdado da Espanha na época da colonização. Os dois países entraram em guerra em 1982 pela soberania da região e o conflito foi vencido pelos ingleses.



Recentemente, o caso ganhou novas proporções com a decisão britânica de explorar petróleo e gás no arquipélago.



Para obstruir os planos da nação europeia, o governo argentino impôs uma série de medidas para o trânsito de embarcações próximo às ilhas, sendo que uma delas obriga os navios a terem autorização de Buenos Aires para navegar."

Arquivo do blog segurança nacional